O trem passando por Friburgo...

 trem1940


Década de 40 do século XX.  O Trem da Estrada de Ferro Leopoldina Railway Company atravessando a Praça Dermeval Barbosa Moreira em frente ao Grupo Escolar Ribeiro de Almeida ( hoje IENF - Instituto de Educação de Nova Friburgo),que foi  inaugurado abril  em 1933   no governo Vargas.  O projeto é de autoria de Heitor de Melo, com uma arquitetura eclética.

alberto_braune_trem

Década de 50 do século XX.  Rua General Argolo, atual Avenida Alberto Braune. À esquerda, observamos o prédio do famoso Hotel Engert, que também era cassino. E em último plano  à direita, a Igreja Matriz de São João Batista em estilo neoclássico inaugurada em 1869.

image

Acima o trem descendo a serra em Theodoro de Oliveira. Observe que no centro da linha, existe um terceiro trilho chamado de Cremalheira, no qual o trilho fixado ao solo é dentado e a locomotiva imprime a força rotacional na engrenagem que a ele adere adquirindo assim movimento para vencer terrenos íngremes como é o caso da serra de Cachoeira de Macacu.

Ypu e trilhos do trem

Década de 30 do século XX. A linha do trem próximo a Fábrica Ypu de Falk e Cia Ltda., no bairro Ypu, fundada em 1912 por Maximiliam Falk. Fabricava artigos finos como: carteiras, cintos, sapatos,  bolsas masculinas e femininas entre outros artigos em couro. 

image

Locomotiva da Estrada de Ferro Leopoldina Railway Company que no passado, serviu  a Nova Friburgo e restante do interior do Estado. Com a extinção do ramal, por ser obsoleto e anti-econômico, foi presenteada à cidade em 1966, e colocada como monumento, pela Rede-Ferroviária Federal, na Praça Presidente Getúlio Vargas. Na década de 70, por ordem da Prefeitura, foi destruída a maçarico e transformada num monte de sucata.  No local foi construído um coreto em concreto, sem qualquer finalidade, por não comportar nenhuma das bandas de música da cidade.   Noticias de Friburgo.

0/Post a Comment/Comments

Postagem Anterior Próxima Postagem